fbpx Skip to main content

Agora que você já sabe o que é um Funil de Vendas e como ele funciona no Marketing Digital, trouxemos 9 passos para você montar o seu.

O Marketing Digital nasceu para impulsionar vendas com base em estratégias e não no acaso ou na prospecção sem rumo.

Isso tudo vai depender de quanto o seu público identifica no seu negócio/marca/empresa uma solução confiável para o problema que ele tem.

Por isso, quando você for montar o seu funil de vendas, é importante que você tenha definido esses 9 itens que apresentamos a seguir:

 

1. Defina o produto

O que sua empresa tem para vender é o primeiro aspecto que precisa ser definido ao estruturar um funil de vendas de marketing digital.

Lembre-se que, pela internet, o máximo que as pessoas terão são imagens e sons – elas não poderão tocar ou sentir o cheiro dos seus produtos.

 

2. Defina a persona

A persona é uma representação do seu cliente ideal, produzida a partir de dados coletados junto a consumidores reais.

É preciso ter um processo de comunicação e, para que ela seja efetiva, você deve falar a língua do seu potencial cliente.

 

3. Defina sua oferta

Quando um lead passa a ser um MQL e, em seguida, um SQL, é hora de a sua empresa mostrar a que veio.

Para isso, é fundamental definir a oferta que você terá para as pessoas que estiverem prontas para tomar uma decisão.

 

4. Seja incisivo!

Essa é a hora da verdade e, se o MQL/SQL sentir que a proposta não vale a pena, não pensará duas vezes antes de procurar um concorrente.

 

5. Crie uma Landing Page

Outro aspecto muito importante na montagem do funil de vendas de marketing digital é a criação de uma landing page matadora.

É nessa página que leads se transformam em MQLs ao assinarem uma newsletter e, em seguida, em SQLs, ao pedir por um orçamento, por exemplo.

 

6. Crie um fluxo de automação de e-mail

O e-mail marketing é o formato de nutrição de leads por excelência.

Isso porque ele permite monitorar os principais indicadores de sucesso como nenhuma outra mídia – basta ter a ferramenta certa para tal.

 

7. Teste o seu funil de vendas

Uma vez que você tenha cumprido todas as etapas que acabei de mostrar, é hora de colocar em prática e testar se o seu funil, de fato, foi bem estruturado.

Para fazer isso, realize os chamados testes A/B, disponibilizados pelas melhores ferramentas de automação de marketing digital do mercado.

 

8. Direcione o tráfego para sua Landing Page

Os conteúdos de meio de funil são aqueles em que os leads fornecem dados para contato ou preenchem solicitações de propostas.

Essas informações devem ser coletadas por uma landing page que, por sua vez, precisa se tornar visível tanto no seu tráfego interno quanto externo.

Internamente, procure incluir links em conteúdos que direcionem para esse tipo de landing page.

 

9. Otimize o seu funil

Uma vez estruturado, o trabalho de otimização do funil deve continuar.

Afinal, o cliente de hoje é omnichannel, portanto, bastante atento e participativo.

Se ele perceber o mínimo sinal de descaso por parte de uma marca em seu processo de compra, ele pula fora instantaneamente.

 

O que você achou desses 9 passos? Complicado ou simples? Aplicaria na sua empresa? Comenta aqui! 😉

 

Referência: www.neilpatel.com

Leave a Reply