Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Investir num maior vínculo emocional entre o consumidor e a marca é fundamental para manter um negócio funcionando.

 

Isso porque diversos estudos de neurociência já comprovaram que a maioria das decisões tomadas pelo consumidor são guiadas pelo inconsciente, e como consequência, pela emoção.

São raras as vezes que nossos consumidores param para raciocinar uma decisão. Na maioria das vezes este processo acontece de forma automática, priorizando marcas e produtos dos quais já são leais, ou que tem embalagens mais chamativas, e até mesmo as que tem conceitos de marca mais próximas daquilo que eles mesmos acreditam.

Vamos a um exemplo prático: Apple. Recentemente saiu uma matéria no Fast Company, dizendo quais são as 5 táticas da grande marca para manter seus consumidores emocionalmente conectados a ela. Será que são os produtos? O posicionamento da marca? Os conceitos que ela busca passar? Tudo isso misturado!

  1. Os produtos da Apple se tornaram indispensáveis na vida do cliente (notebook, celular, relógio… parece complicado pensar em viver sem esses produtos, não é?)

     

  2. A Apple faz produtos que são fisicamente próximos de nós (é muito difícil pensar em ficarmos longe dos nossos Iphones, ou de nossos Apple Watches)

     

  3. A estética dos produtos é focada em detalhes modernos e considerados cool, que se transferem automaticamente para a marca e para o consumidor.

     

  4. A marca mantém a figura de seu fundador, Steve Jobs, viva. O que tem tudo a ver com o último texto produzido pela Camila, que conta sobre a relação entre celebridades e marcas e o quanto é necessário ser certeiro nesse tipo de estratégia.

     

  5.  A Apple produz seus produtos pensando no que será melhor para os consumidores e no que eles preferirão, antes mesmo deles saberem disso conscientemente.

O que é interessante de observar é que todos esses pontos convergem para um único central: a marca. Em cada um dos pontos acima citados, ocorre uma tradução de todos os conceitos da marca que se resumem no seu posicionamento perante o mercado.

Agora, imagina que os consumidores da Apple não estejam enxergando a marca dessa maneira. Provavelmente isso não acontece com a Apple propriamente dita, mas vamos supor que esteja em questão outra marca. Como saber como os consumidores realmente enxergam os conceitos que sua marca quer transmitir?

Para esses casos existe uma metodologia específica, capaz de diagnosticar o que o consumidor associa a sua marca, produto ou celebridades: o TIA, ou Teste Implícito de Associação!

Texto originalmente publicado pela Forebrain.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe seu comentário!

comentários

Agência com DNA Digital.