Este ano fomos do trabalho no escritório ao home office, das festas de aniversário às lives em família, das aulas em classe às vídeo-aulas, das idas aos bares à tranquilidade do #fiqueemcasa. Foi um ano de reviravoltas, disso ninguém tem dúvida.

Mas, você já parou para pensar no quanto essa pandemia acelerou a evolução do Marketing Digital? Se você é empresário, certamente percebeu que, sem presença online, você raramente vai sobreviver depois disso. Se você já estava nas mídias online, viu que não basta apenas estar presente, mas sim saber o que está fazendo e fazer diferente.

Para entender o que nos espera depois desse ano, é importante identificar qual foi o comportamento do consumidor nos meios digitais em 2020.

Principais buscas no Google

 

Segundo o Google (Think with Google – Set2020), os termos mais buscados na vida digital-first foram:

  • Aniversário na Internet
  • Terapia online
  • Missa pela Internet
  • Museus virtuais
  • Denúncia digital
  • Exercício em casa
  • Homeschooling
  • Lives no YouTube

E esses dados nos mostram claramente a preocupação das pessoas em adaptar-se à nova realidade criada durante a pandemia. Você chegou a pesquisar algum desses termos? Eu, sim! o/

Mais alguns dados interessantes

1. 58% de crescimento na procura por itens de Home & Garden (casa e jardim). Muita gente vive dizendo que gostaria de passar mais tempo em casa, inclusive eu. Pois bem, com a pandemia isso foi possível. E, estando em casa, as pessoas passaram a “cuidar” mais do seu espaço, já que estaria ali por tempo integral.

2. Aprender a fazer transações digitais

  • Aumento de 5x nos pagamentos por meios digitais;
  • 74% das transações financeiras no Brasil foram realizadas por meio de canais digitais.

3. O e-commerce brilhou

  • Aumento de 112% de pedidos online, mais que dobrou o número de tickets online emitidos entre 2019 e 2020;
  • Aumento de 104% no faturamento do e-commerce, de R$16.2 bilhões em 2019 para R$33 bilhões em 2020;
  • Novos e-shoppers: 24,2% é a participação dos novos compradores virtuais sobre o total das vendas.

4. Categorias que mais cresceram no digital

  • E-commerce marketplace online/offline
  • E-commerce Home & Garden
  • E-commerce indústria de eletrodomésticos
  • Varejo alimentar, supermercadistas
  • Apps de delivery
  • E-commerce de beleza
  • E-commerce fashion
  • E-commerce indústria de tecnologia

Mais do que entender como as pessoas se comportaram durante a pandemia, é importante olhar para os próximos passos e procurar saber como elas vão reagir no próximo ano.

3 insights de como o varejo digital reagiu à pandemia

 

1. O marketplace ficou mais robusto

Uma loja online criada POR MINUTO entre março e junho.

Apenas em março, a Abcomm (Associação Brasileira do Comércio Eletrônico) registrou 107 mil novos estabelecimentos no ambiente online.

2. Varejistas físicos que se provaram experts no digital

63% do crescimento no tráfego varejo on e off-line e 39% de crescimento no tráfego do varejo online

Enquanto lojas físicas seguiam fechadas ou, mais recentemente, com horário de atendimento limitado, varejistas do mundo físico que apostaram no e-commerce tiveram maior aumento de tráfego nos canais digitais.

3. A corrida do sabão em pó

Muita gente fez sua primeira compra online durante a pandemia. E o primeiro passo para essa compra, muitas vezes, é a busca do Google, onde o consumidor procura: “nome do produto + como comprar online?”.

Tendências de Marketing Digital para 2021

 

1 – Crescimento das equipes próprias de marketing digital

Essa é uma consequência direta da crise causada pelo COVID-19, que fez com que muitas empresas, buscando reduzir custos, acabaram descobrindo que podiam se sair muito bem, sem necessitar do suporte de uma agência especializada.

 

2 – Ainda mais avanços em termos de Inteligência Artificial

Recentemente o Google Analytics ganhou uma nova versão, que promete levar o processo de Machine Learning a níveis ainda mais sofisticados, o que será de imensa ajuda na hora de deixarmos nossas campanhas de marketing digital ainda mais segmentadas.

Novas tecnologias e integrações, como por exemplo, de públicos segmentados no Google Analytics com os anúncios criados no Google Ads, farão com que a taxa de conversão seja ainda maior.

 

3 – SEO como peça estratégica do marketing digital

SEO – Otimização de Sites para Ferramentas de Busca. Esta é a técnica responsável pela exposição orgânica (não paga) das páginas de um site na lista de respostas de pesquisas realizadas nos grandes buscadores como o Google e Bing.

As técnicas de SEO vêm se aprimorando rapidamente, na medida em que as atualizações dos algoritmos do Google se tornam cada vez mais frequentes, buscando se adaptarem a novos hábitos dos consumidores e novas tecnologias que vão surgindo a cada dia.

Por isso temos chamada atenção para uma nova dimensão do SEO, que chamamos de SEO On SERP, ou seja, técnicas para se destacar nas páginas de respostas a pesquisas.

 

4 – Crescimento do Google My Business

O Google Meu Negócio é uma ferramenta gratuita do Google para divulgação de pequenos e médios negócios, que vem se tornando um poderoso aliado na divulgação de negócios locais, já que garante uma ótima exposição nas páginas de respostas do Google, a custo zero.

A ferramenta vem recebendo novos recursos quase que mensalmente e estas funcionalidade vêm atraindo cada vez mais empresas, um movimento que acreditamos que vai se intensificar em 2021.

 

5 – Pesquisas por voz em alta

Ainda na área do marketing de busca, uma das tendências que vale a pena destacar é o aumento pelas pesquisas feitas por voz, seja na própria plataforma de busca do Google ou em aplicativos como Google Assistente, Cortana e Siri.

De acordo com uma pesquisa realizada pela ComScore, em 2020, nada mais nada menos que 50% das pesquisas serão feitas por voz, o que impacta bastante a forma como as marcas devem trabalhar seu processo de otimização para ferramentas de busca.

 

6 – Mídias sociais indo além do marketing

Na área das mídias sociais é que elas venham, não só crescer em importância, como também ocupar um lugar de destaque em termos de vendas diretamente por suas plataformas.

O Facebook e Instagram estão investindo pesado em novas ferramentas de social commerce para estas duas redes, o que vai trazer para as redes sociais um papel cada vez mais importantes.

Atualmente, vender pelo Instagram ou vender pelo Facebook não é mais um problema, mas ainda sentimos falta de alguns recursos. 

 

7 – WhatsApp entra de vez no jogo

O WhatsApp como ferramenta de marketing digital já faz parte do nosso “arsenal” há algum tempo, mas em 2021 essa presença tende a ser ainda maior.

A plataforma vem anunciando algumas mudanças importantes, principalmente para o WhatsApp Business para breve, o que deixará essa ferramenta ainda mais versátil e oferecendo novos oportunidades em termos de marketing online.

 

8 – Carreira exigindo cada vez mais capacitação

A carreira em marketing digital nunca esteve tão valorizada e cada vez mais as empresas buscam formar suas próprias equipes para fugir dos altos custos das agências digitais no país, como dissemos logo no primeiro item desta análise.

A falta de mão de obra realmente qualificada vem pressionando os salários no marketing digital para cima, tendência que já dura mais de cinco anos e deve continuar em 2021.

 

Curtiu nossas dicas? Comenta aqui com a gente como foi esse ano para você! <3

 

Referências:

Think with Google
Guia do Marketing

Leave a Reply