Imagem Google Partner Imagem RD Partner Skip to main content

O YouTube começará a compartilhar receita publicitária com criadores de Shorts a partir de 1º de fevereiro, a empresa revelou na segunda-feira.

Para se preparar para a mudança, a YouTube está começando a implementar novos termos para todos os criadores no Programa de Parceiros do YouTube. Os criadores precisam aceitar os novos termos até 10 de julho para permanecer no programa.

“O próximo “boom” da creator economy será no YT Shorts.” segundo Ricardo Dias, co-founder da Adventures, no Linked-in.

A principal mudança no Programa de Parceiros da YouTube permitirá que os criadores ganhem dinheiro com anúncios que são vistos entre vídeos no feed de Shorts.

O YouTube recomenda que os criadores aceitem todos os módulos para desbloquear seu potencial de ganhos completo na plataforma.

Criadores que fazem Shorts e aceitaram o novo Módulo de Monetização de Shorts se tornarão elegíveis para compartilhar receita publicitária de Shorts em suas visualizações de Shorts a partir do próximo mês.

Como exatamente o compartilhamento de receita de Shorts funcionará, é um pouco complexo devido à licença de música.

Cada mês, a receita dos anúncios exibidos entre os Shorts será somada e usada para recompensar os criadores de Shorts monetizando e cobrir os custos de licenciamento de música.

Uma parte da receita total será alocada para o pool de criadores com base nas visualizações e uso de música em todos os Shorts assistidos.

Se um criador fizer upload de um Short sem música, toda a receita associada às suas visualizações será destinada ao pool de criadores.

Se um criador fizer upload de um Short com música, a receita com base nas suas visualizações será dividida entre o Pool de Criadores e os parceiros musicais com base no número de faixas utilizadas.

Em seguida, o pool de criadores é alocado para os criadores. O YouTube explica que alocará a receita para os criadores de Shorts monetizando com base na sua participação nas visualizações totais de Shorts no Pool de Criadores.

Se um criador obtiver 5% de visualizações elegíveis de todos os Shorts enviados por criadores monetizando, eles serão alocados 5% da receita no pool de criadores.

Os criadores ficarão com 45% da receita de Shorts alocada. Por exemplo, se um criador for alocado com R$ 1.000 do pool de criadores, eles serão pagos R$ 450.

Com essas mudanças futuras, o YouTube Shorts está preparado para se tornar o maior concorrente do TikTok.

Se os criadores conseguirem ganhar mais dinheiro através do YouTube Shorts do que no TikTok, eles serão incentivados a criar conteúdo original na plataforma do YouTube.

Até agora, nenhuma plataforma de vídeo curto conseguiu descobrir como compartilhar receita publicitária de forma eficaz, o que dá ao Shorts uma vantagem notável sobre a concorrência.

Isso pode atrair as empresas que desejam anunciar através de vídeos curtos e criar parcerias com criadores de Shorts para criar conteúdo patrocinado.

Fonte: TechCrunch

Time Hello

Nossa equipe é composta por profissionais apaixonados por inovação, tecnologia e marketing. Somos a principal agência de marketing digital do sul do país porque estamos sempre na vanguarda, adotando as tecnologias e estratégias mais inovadoras com rapidez e eficiência.

2 Comments

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário.