Você sabia que, de acordo com o Gartner, 32% dos consumidores estão interessados em tecnologias hands-free (tecnologias que limitam o toque)?

Especialmente com o COVID-19, mais pessoas passaram a se interessar pelo voice search, por exemplo, que nada mais é do que a pesquisa por voz.

O voice search é um dos tipos de buscas de crescimento mais rápido e já não é considerada apenas uma moda passageira.

  • 55% dos usuários fazem pesquisa por voz para fazer perguntas no seu smartphone, de acordo com a Perficient;
  • 39,4% dos usuários de internet dos EUA operam um assistente de voz pelo menos uma vez por mês, de acordo com a eMarketer;
  • O chat por voz também está se tornando cada vez mais confiável à medida que a tecnologia vai melhorando;
  • Além de telefones celulares, dispositivos conectados e alto-falantes inteligentes, mais de 49% dos usuários do Google Home e do Amazon Echo os consideram uma necessidade.

 

5 estratégias que vão te ajudar na otimização do SEO

A otimização da pesquisa por voz é semelhante ao já conhecido SEO, mas com um foco refinado.

  1. Compreenda o seu tipo de cliente e comportamento do dispositivo

Dados em tempo real e pesquisas sobre percepções do consumidor podem ajudar a entender como diferentes pessoas usam a pesquisa por voz e em que tipo de dispositivo habilitado para voz.

  1. Foco em palavras-chave de conversação

As keywords (ou palavras-chave) se tornam muito menos relevantes quando consideramos as frases naturais usadas em um pesquisa por voz.

  1. Crie conteúdo atraente baseado na sua Persona

Brevidade, contexto e relevância são essenciais para otimização do Voice Search.

O que pode ser diferente de sua estratégia usual de SEO é que agora você também precisa prestar atenção especial a:

  • Criar respostas detalhadas para perguntas comuns;
  • Responder a perguntas simples de forma clara e concisa;
  • Criar um conteúdo rico e atraente que responda às perguntas mais comuns dos usuários e resolva seus pontos fracos.
  1. Use e abuse do Schema Markup

O Schema Markup é um vocabulário de tags que ajuda o Google a entender o que pode ser encontrado naquele website.

Esse complemento de HTML ajuda os mecanismos de pesquisa a entender o contexto de seu conteúdo, o que significa que você se classifica melhor em pesquisas típicas e mais relevante em consultas específicas feitas por meio de pesquisa por voz.

  1. Crie páginas que respondam às FAQs

Quando os voice searchers fazem uma pergunta, eles normalmente começam com “Quem”, “O quê”, “Onde”, “Quando”, “Por que” e “Como”.

Eles estão procurando respostas que atendam a uma necessidade imediata. Para responder a essas perguntas, faça uma página de FAQ e comece cada pergunta com essas palavras.

 

É fato que o Voice Search não é apenas uma onda a ser dropada, mas sim uma tecnologia que veio para ficar e transformar a maneira como fazemos nossas pesquisas.

Ela já não é mais uma tendência, e sim uma realidade (principalmente no mercado americano).

A grande questão é: como e quando as empresas brasileiras vão aderir à essa tecnologia como parte de suas estratégias digitais?

 

Referência: Search Engine Journal

Leave a Reply